Dicas infalíveis para enviar email marketing

email marketingÉ claro que a experiência vale mais do que apenas seguir essas dicas, portanto faça, teste, refaça e se precisar de ajuda conte conosco. É importante ter em mente quais são as necessidades a serem atendidas por uma estratégia de envio de email marketing, quem você pretende atingir e quais frutos gostaria de colher.

Enviar e-mail marketing é muito mais do que apenas disparar “qualquer coisa” para “qualquer um”. Requer planejamento, foco, bons profissionais envolvidos e ferramentas de qualidade para que o resultado seja um sucesso.

1. Não compre listas de emails

Fato é, ter uma boa lista de e-mails confiáveis e participativos é algo trabalhoso, demorado e requer esforço, mas não há outro meio melhor do que angariar e-mail a e-mail para enriquecer sua lista, seja através de opt-in (os famosos desejo me cadastrar), através de geração de leads oferecendo algo em troca como um artigo ou vídeo de conteúdo rico ou até mesmo no contato pessoal solicitando o e-mail para entrar em contato e mostrar sua marca.

Os emails que estão em uma lista comprada geralmente são os piores possíveis. Pessoas que têm seu endereço nessas listas muito provavelmente recebem emails de diversas outras empresas que também compraram endereços. Nesses casos, é bem maior a chance de seu email se perder entre os outros ou mesmo ser marcado como SPAM.

Fora disso, geralmente essas listas têm muitos emails que não existem ou que foram desativados. Ao incluir esses emails na lista e fazer o envio, os sistemas de disparo já identificam o “erro” e interpretam como um sinal claro que a lista não é atual ou que foi construída com qualidade o que pode ocasionar a recusa do serviço de e-mail para disparar suas próximas campanhas ou mesmo rotular sua marca com baixa reputação.

Em suma, ofereça opt-in, gere conteúdo e peça em troca e-mail ou faça contato pessoal.

2. Faça a segmentação do seu disparo

Ninguém, nem eu nem você, deseja receber conteúdo que não interessa, isso nos faz perder nosso tempo criando o e-mail e do destinatário em ler algo que não faz sentido pra ele. Se você vai falar de moda então foque em pessoas que têm interesse nesse assunto, eu particularmente não iria nem abrir um email que o assunto fosse “Tendência de inverno em 2017”. Ah, mas minha empresa é de moda de inverno, ok, continue lendo…

Pense no seu público alvo, suponhamos que você venda roupas de inverno, tudo bem, seu público já está, de certa forma, definido. Mas não quer dizer que não haja segmentação a ser feita. Pensando por alto, segmente o público em gênero (masculino, feminino), ou por idade (de 25 a 40 anos) ou ainda por valor da última compra na sua loja (de R$ 200,00 a R$ 400,00). Pronto, fácil, simples e efetivo. Se uma cliente com 34 anos que comprou recentemente na sua loja um casaco de R$ 370,00 então uma promoção que você faça de bota de couro cano alto de R$ 500,00 por R$ 300,00 vai fazer sentido para aquela cliente e ela muito provavelmente vai querer comprar.

3. Faça Email Marketing sem cara de SPAM

Pois é, meio óbvio, mas não. Seja pessoal, cite o nome da pessoa (bons sistemas de envio de email marketing com listas de qualidade possuem essa informação), fale de modo informal se o momento permitir, evite links e anexos, se precisar, sugira então que a pessoa vá até seu site para ver mais detalhes da informação. Assine o e-mail, use seu nome. Pronto, quem não vai ao menos se interessar em ler o conteúdo? Tenha certeza que a efetividade será maior.

4. Frequência certa é essencial

Não é todo dia, ou uma vez por mês, é a frequência certa. Não há regra, pra lhe ser sincero, pense no seu público alvo e saiba quantos emails por determinado período aquelas pessoas desejam receber emails das suas campanhas. Se todo dia, bom, então você deve ter um portal de conteúdo enorme pra ter tanto conteúdo assim e com “clientes” fiéis.

Normalmente as empresas de pequeno e médio porte disparam um a dois e-mails por semana e é o suficiente para cativar seus clientes.

5. Saiba o momento certo de disparar o email marketing

Lançou uma promoção e já quer comunicar com todo o mundo possível, tá certo, se for o mais adequado faça-o. Mas pense se seus clientes já não ficam sabendo das novas notícias por outros meios, como as redes sociais ou feed de notícias. Nesse caso essas pessoas apenas iriam receber algo repetido. E se há algo incorreto nas informações que não foi visto no início? Pronto, já disparou pra todo mundo. Mas e se ao invés disso suas listas já segmentadas recebessem um email um pouco mais à frente lembrando-as da promoção? Você já teve tempo de receber algum feedback da campanha e pode já até ter mudado algumas coisas para ter maior efetividade.

Tem algumas dúvidas? Faça comentários nesse post no fim da página ou entre em contato conosco.

6. Acompanhe as métricas

Não adianta disparar setecentos mil emails se você não pára pra olhar o que está acontecendo quando ele chega na caixa do destinatário. Quantos foram lidos? Em que hora do dia têm mais visualização? Quem se descadastrou? Onde os clientes clicaram para ver mais detalhes? Tudo isso um bom sistema de envio de email marketing pode fazer por você, mas ele não faz sozinho, você tem que saber lidar com suas funcionalidades.

7. Não esqueça do Opt-out

Opt-out ou descadastramento é algo vital em cada email disparado, um simples link que dá ao destinatário a oportunidade de não receber mais seus e-mails. Você pode estar pensando, mas eu não quero que ele se descadastre, pois é, ninguém quer, mas livre arbítrio é algo primordial, não só por que é mandatório, mas também mostra que você está pensando no bem estar dessa pessoa e não quer incomodar. Quer impedir que muitas pessoas se descadastrem? Faça bons e-mails, relevantes, enviados no momento certo para as pessoas certas.

8. Relevância e objetividade sempre

Mais uma vez digo, envie conteúdo relevante, não custa nada parar pra planejar um disparo de envio de email marketing, para aquele destinatário que muito provavelmente vai ficar feliz em recebe-lo. Mas também não adianta ter o conteúdo certo no momento adequado para a pessoa certa se você escreve um texto de quatro mil palavras. As pessoas estão cada vez mais sem tempo de ficar lendo conteúdos infindáveis, portanto, seja objetivo, primeiro para não se perder no que pretende passar e também para não ficar moroso ou prolixo.

9. Tenha um bom disparador de e-mails

Seguiu e pensou bem nessas dicas acima? Pronto, agora entra um pouco da parte da tecnologia. Sistemas que disparam emails marketing existem aos montes no mercado, alguns com recursos exclusivos, outros gratuitos, outros bem complexos. Não pretendo me delongar em detalhar cada sistema, também porque cada dia aparece um novo e não conheço todos. Mas seguem alguns nomes que pode ser interessante você dar uma olhada:

  • Mailchimp
  • RDStation
  • E-goi
  • Mailjet
  • Getresponse

10. Design responsivo

Responsive design não serve apenas para e-mails marketing, serve pra tudo: “Design Responsivo é uma técnica de estruturação HTML e CSS, em que o site/email se adapta ao browser do usuário sem precisar definir diversas folhas de estilos para cada resolução”. Ou seja, é o conteúdo se adaptar ao meio, então se você dispara um email marketing o texto e imagem devem ficar proporcionais se vistos num desktop ou smartphone ou que seja um tablet.

responsive-templates

11. Teste A/B

Saiba que o simples fato de mudar uma cor de fundo ou disposição do conteúdo pode fazer uma diferença enorme no resultado da campanha. E é tão simples de fazer, basta segmentar sua lista para disparar um formato A para parte do público e um formato B do mesmo conteúdo para outro público, pronto, de onde vêm melhores resultados é o que deve ser avaliado posteriormente em relação ao modo de apresentar o conteúdo. Mas nada é aleatório, há uma análise antes e para subsidiar as decisões de mudança. Tenha em mente as respostas das seguintes perguntas:

  • O que vou testar?
  • Como vou analisar os resultados?
  • Qual é o efeito desejado?
  • Qual será o próximo passo em função dos resultados?

Precisa de ajuda? Conte suas necessidades e aproveite a nossa expertise.

Conclusão

Ao pensar em fazer email marketing é preciso ter em mente quais são os seus principais objetivos e como o email pode ter efetividade. Pense no conteúdo, e se sua página está preparada para a geração de Leads ou conversão. Não esqueça também de focar no formato para dispositivos móveis com o objetivo de aumentar a efetividade do seus resultados. Tudo faz parte do processo para os seus resultados serem ainda melhores e maiores.

Se quiser ampliar o debate sobre estes temas, estamos presentes nas redes sociais, acesse nosso Facebook. Entre lá e nos diga o que achou do conteúdo ou por aqui mesmo, no fim da página deixe seus comentários, estamos abertos a conversar mais sobre o tema!

Veja mais

Deixe uma resposta